quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

CONTRADIÇÕES...

E eu que me apresentei aqui cheio das melhores intenções!...Sou Beirão, sim, srs, da Beira Alta. Mas também desta do Litoral. Enquanto dava tempo a que se fizessem algumas compras de Natal, ali perto, na Rua Comandante João Belo (a do "Frade" e do antigo "Tora", lembram-se?) passei os olhos por esta, tão escondidinha que ela está. E...Raios partam os pseudo "anarcas", que só conspurcam as paredes das cidades...

Mesmo assim...





3 comentários:

Conceição Bernardino disse...

Olá quero agradecer pelo carinho,
Desejar um FELIZ NATA E UM ANO NOVO CHEIO DE PAZ E AMOR.
OFEREÇO-LHE ESTE POEMA COM MUITO CARINHO
Beijinhos
Conceição Bernardino

Sentidamente sentido


Incrédula, surrealista
Este mar de gente
Que pensa que sabe o que sente
E não sente o que sabe
Por não saber sentir
Por não saber urgir
Do inócuo, do vazio
Os sentimentos são sábios
Não são pérolas nem fardos
Não são recantos atulhados
São lembranças do passado
Sentidos do presente
Que nos usam sem querer
Nos fere
Porque não sabemos sequer
O que realmente
Nos faz sofrer
Choramos o que não sentimos
Para sentir
As lágrimas que não choramos

Conceição Bernardino


Meus blogs http://amanhecer-poesia.blogspot.com

http://sentidos-visuais.blogspot.com

asn disse...

Conceição
Muito sensibilizado por esta poética dedicatória.
Não me sinto merecedor de tanta consideração mas agradeço reconhecidamente.
Não lhe vou responder em verso que para tanto não tenho arte...
Mas desejo-lhe um BOM NATAL e um FELIZ ANO de 2007.
Até uma próxima oportunidade, que espero seja breve.
António

Jofre Alves disse...

Boas Festas, Santo Natal e Próspero Ano Novo, são os meus sinceros votos.

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Leiria, Portugal
Um Viseense tão Leiriense como os que o são... O que me vai ocorrendo...